REVISTA ELETRÔNICA de EDUCAÇÃO & SAÚDE.

REVISTA ELETRÔNICA de EDUCAÇÃO & SAÚDE (ano XXXIV) 2017 ou 5778
Criação e realização do biólogo e professor JOÃO ANGELO MARTIGNONI TEIXEIRA
Orientação e configuração do engenheiro e professor EVERARD LUCAS CARDOSO

18 de fev de 2017

RELÓGIO BIOLÓGICO X HORÁRIO DE VERÃO 2016 ou 5777 // 2017 ou 5778:

A parte da ciência que estuda este fato é a Cronobiologia. Entre outros fatores, a Cronobiologia estuda uma estrutura do nosso corpo, localizado no cérebro, que regula os horários de funcionamento do organismo. Dentro do hipotálamo existe um conjunto de células nervosas, que formam o Núcleo Supra-quiasmático e, ao emitirem sinais elétricos de forma rítmica, determinam o tempo no nosso organismo.
Pesquisa científica conduzida por laboratórios de cinco países da América do Sul com 9.251 pessoas no Brasil (em 2008) mostrou que 46% da população sente algum tipo de desconforto com o começo do horário de verão, entre elas:
Insônia, falta de apetite, cansaço, diminuição do rendimento no trabalho / escola, alterações no relógio biológico.
Entre os distúrbios resultantes da mudança está a dificuldade para dormir e a sonolência pela manhã. O corpo humano se prepara para acordar poucas horas antes do nascer do Sol, a temperatura começa a aumentar e o hormônio produzido pelas Glândulas Endócrinas Suprarrenais ou Adrenais - o Cortisol ou Hidrocortisona (C21H30O5) apelidado de "hormônio do estresse" (molécula no esquema ao lado) - atinge seu pico no organismo. Mas quando, como no "horário de verão", se é obrigado a acordar mais cedo, essas reações ficam fora de sintonia. O resultado desse desajuste é um sono mais curto, que leva à sonolência e à consequente falta de atenção, além de dificuldades de memória e outros problemas, que variam de pessoa para pessoa.

Sugestões:
a) Adiante os horários de refeições em uma hora. Caso isso não ocorra, o ideal é manter horários próximos e não almoçar um dia às 12 horas e no outro às 14 horas. Isso desregula o organismo.
b) Evite bebidas alcoólicas durante à noite no início da adaptação ao novo horário. Evite os cigarros e tenha uma alimentação saudável.
c) Tome banho morno, antes de ir dormir, relaxa bastante.
d) Aumente o consumo de frutas, sucos, chás gelados e se hidrate bastante nessa época.


Observações:
a) No Brasil não há ainda, estatísticas sobre os prejuízos causados pelo desajuste do relógio biológico, mas estudos da Universidade de British Columbia, EUA, dá conta que os acidentes de trânsito aumentam 8% no dia seguinte à implantação ao horário de verão.


Quando terminará o horário de verão em 2017?
A 47ª edição do "horário de verão" (2016-2017) teve início à zero hora do dia 16 de Outubro de 2016 ou 5777 e terminará à zero hora do dia 19 de Fevereiro de 2017 ou ainda 5778. Significa que, da noite de Sábado 18 para Domingo 19, as pessoas que moram nas regiões onde o horário de verão vigorou deveriam "atrasar" seus relógios em uma hora.


Quem teve a ideia do horário de verão?
O “horário de verão” foi cogitado pela 1a vez em 1784, por Benjamin Franklin (clique em "cientistas" no índice a direita...) observando que, nos meses de verão, o Sol nasce antes que as pessoas se levantassem.
Pensou ele: se os relógios fossem adiantados, a luz do dia seria mais bem aproveitada. O povo iria acordar, trabalhar e estudar em consonância com a luz do Sol, e com isso não se usariam tantas velas nas casas e fábricas daquela época.
Apesar de ter sido um cientista e político influente nos EUA, sua ideia, na época, não saiu do papel. Só em 1907, na Inglaterra, o construtor William Willett da Sociedade Astronômica Real, fez uma campanha para alterar os relógios no verão, reduzindo o "desperdício de luz diurna". A Alemanha, em 1916, também foi o 1o país no mundo a implantar o horário de verão, adotando a ideia de Franklin.

Nenhum comentário: